As parábolas de Jesus: As dez virgens

Ref: Mateus 25.1-13

Na parábola das 10 virgens, Jesus fez um alerta sobre a separação dos santos e os ímpios. Ele alerta sobre Sua vinda repentina.

Precisamos estar preparados. Não sabemos o dia ou a hora que Ele voltará para buscar a Sua noiva. Jesus usa a ilustração de um casamento típico da época para passar o princípio. Nesta época, não havia iluminação como existe hoje, era necessário uma lamparina para encontrar o noivo no caminho.

E a Bíblia diz que haviam 10 Virgens, 5 prudentes e 5 insensatas. Umas estavam preparadas, mas as outras não estavam. O noivo não chegou na hora esperada - somente o noivo sabe a hora que chegará, temos o cronos, mas Deus tem Seu kairós. E as virgens que não estavam com as lamparinas cheias de azeite, "relaxaram", pois; o noivo estava "demorando".

Precisamos nos ater a alguns princípios:

1. Jamais confie na sua posição

Não se acomode, ou se super-estime devido a uma posição conquistada.

A nossa função como igreja é estar preparada, pois quando alguém gritar que o noivo está chegando, precisamos estar prontos.

2. Pague o preço necessário da vigilância

Precisamos ter uma vida santa, reta que agrade a Deus. Sermos vigilantes, porque em breve Ele voltará e a nossa candeia como está?

Encha a sua lamparina do azeite, do poder do Espírito!


1 visualização