Decepção, o inimigo que rouba nosso propósito.

Ref: 2 Coríntios 1.18-20



Amargura, decepção e inveja, são três coisas que devemos ter cuidado para que não tome conta do nosso coração.


Uma pessoa amargurada, fere e contagia outras pessoas. Quando a amargura e a inveja tomam conta, a pessoa fica suscetível a não alcançar a sua vitória, pois; a amargura sempre a projeta para atrás.

Inveja é querer ou ter o que o outro é ou tem, é como se a pessoa limitasse Deus, dizendo a Ele que os outros são abençoados e ela não, compensando a falta com a inveja.

As bênçãos chegam para o coração que possui a motivação correta, mesmo que as circunstâncias não sejam favoráveis.

A pessoa invejosa, amargurada, se torna decepcionada.


O apóstolo Paulo diz que NADA pode nos afastar do amor de Deus. Mas podemos dizer que alimentar o passado, pode desligar nossa consciência sobre o amor de Deus, nos tornando pessoas amargas e frustradas.


A decepção é a mãe da depressão e se não for tratada imediatamente, afeta o relacionamento social e pessoal.


Provérbios 13.12 diz:

“A esperança que se retarda deixa o coração doente; mas o anseio satisfeito é a árvore da vida.”


Precisamos ajustar o coração para que possamos caminhar em frente. A decepção nos rouba a capacidade de ver o todo. Ela é como uma onda que vai “varrendo” a vida e dos que estão ao redor.

A decepção não te permite ver a promessa, apenas o problema. Para cada dia, Deus tem uma promessa.

A esperança que se adia, faz adoecer o coração. Mas o desejo cumprido é a árvore da vida.

Hoje o Senhor quer renovar as promessas sobre a sua vida, permita que esta decepção seja extirpada.

Muitas pessoas se perderam por causa de decepção. Deixe que o Senhor remova toda a decepção é diga Sim, Amém, para as promessas que Deus fez sobre ti.

Que Deus te abençoe!


Pr. Jackson Antonio Cathedral International

6 visualizações