Lei no Texas proíbe aborto de crianças com batimento cardíaco detectável

“Agora toda criança com batimento cardíaco detectável está legalmente protegida de ser morta por aborto”.

Uma lei do Texas que proíbe o aborto“assim que o batimento cardíaco fetal é detectado” entrou em vigor em 1º de setembro, à meia-noite, depois que a Suprema Corte dos Estados Unidos decidiu não agir em uma petição de emergência dos defensores do aborto para interromper a medida. A lei “Heartbeat (SB8) proíbe a maioria dos abortos no estado a partir do momento em que o batimento cardíaco fetal é detectado, por volta da marca de seis semanas. Normalmente, com esse tempo de gestação, a maioria das mulheres não sabe ainda que está grávida. A nova medida não será aplicada por policiais. Em vez disso, os cidadãos estão agora autorizados a processar os “provedores de aborto” ou qualquer pessoa envolvida na facilitação de um aborto depois que um batimento cardíaco é detectado...

Quando o governador do Texas, Greg Abbott, assinou o projeto de lei do Heartbeat, em maio, ele colocou seu propósito em termos bem simples. “Nosso Criador nos concedeu o direito à vida", disse.

“No entanto, milhões de crianças perdem o direito à vida, todos os anos, por causa do aborto. No Texas, trabalhamos para salvar essas vidas. Isso é exatamente o que a legislatura do Texas fez nesta sessão”, enfatizou…


Fonte: Portal Guiame com informações da CBN News



0 visualização