Rotina ou relacionamento?


Nenhum confronto de Deus tem a intenção de nos levar para o mau ou para um castigo, todos os confrontos de Deus geram vida.


Se você é pai ou mãe entende bem o que é isso. Quantas vezes você precisou confrontar seu filho (a), e logo após a correção ficou triste, embora soubesse que era necessário?


As instruções de Deus não tem intenção de nos machucar, mas de nos colocar no rumo.


No livro de Malaquias, podemos ver Deus corrigindo Seu povo e o mesmo constantemente justificando o seu erro. Os três primeiros capítulos de Malaquias, revelam um tratamento de Deus à nação de Israel - o coração deles havia se corrompido em algumas circunstâncias - às vezes o Senhor nos confronta diretamente para que “o nosso coração volte a palpitar por Ele.” Veja Ml 1.7,8, 13 e 14. Eles já não tinham zelo pelas coisas de Deus e ofereciam ao Senhor qualquer coisa - aquilo que não era “o melhor”. A atitude do coração deles era mau. Você se lembra da mulher que derramou tudo aos pés de Jesus? O tudo dela era pouco, mas era “o tudo” e isso vale muito diante de Deus.


Muitas vezes transformamos a nossa vida espiritual em uma rotina. E quando a nossa vida cristã vira rotina e não relacionamento, nos acostumamos e não oferecemos “o melhor” de nós.


Tudo que fazemos sem o propósito de nos transformar, sob o legalismo da rotina, não é válido.


O fato é que ou oferecemos o melhor a Deus ou é melhor não oferecer!


Pr Jackson Antonio Edição: Renata S Santos

09/2021

5 visualizações